Há 9 minutos on 29 Agosto 2014 @ 8:10pm + 50.201 notas
via drucky (originally retratou)
Há 10 minutos on 29 Agosto 2014 @ 8:09pm + 608.646 notas
via 1tgirl (originally thinkofmewhenuforgetyourseatbelt)
Há 10 minutos on 29 Agosto 2014 @ 8:09pm + 14.301 notas
via poetas-suicidas (originally bebadox)

tava na padaria e ouvi 2 caras falando “hj a noite vou pegar a cachorra da bruninha” bruninha se vc esta vendo isso, vão roubar sua cachorra

Há 12 minutos on 29 Agosto 2014 @ 8:07pm + 434 notas
via poetas-suicidas (originally amortizados)
Há 13 minutos on 29 Agosto 2014 @ 8:06pm + 289 notas
via 1tgirl (originally 1nstagr4m)
Há 15 minutos on 29 Agosto 2014 @ 8:04pm + 11.607 notas
via thiagopolycarpo (originally simplysteezy)
Há 16 minutos on 29 Agosto 2014 @ 8:03pm + 431 notas
via finais (originally incastigado)
Era 29 de agosto de 2011, Rosalie completaria 23 anos, havia uma festa na casa dela só com nós, os colegas da faculdade dela. Porém, um dia antes ela veio na minha casa e exigiu que eu não fosse, pois o namorado dela estaria lá e ele disse que não gostava de mim porque sabia que eu a amava. Bem, eu não desisti, tinha o presente perfeito para ela e acho que também para ele, cheguei lá com a jaqueta de couro dos anos 90 do meu pai e minha calça nova, o engraçado é que esse dia até eu estava me achando bonito, bem, continuando, quando ela me viu entrou em desespero temendo que o namoradinho dela me visse, ela perguntou o que eu fazia lá e eu falei que iria entregar meu presente, que seria para os dois como uma oferta de paz, falei que o meu presente estava lá fora, por mais incrível que pareça os dois concordaram. Peguei meu carro e os levei à uma montanha que eu ia sempre, os dois olharam pro céu, observaram a linda lua que lá estava e do nada disseram obrigado. Acontece que não era esse o presente, enquanto os dois estavam sentados na ponta da montanha olhando pro céu se beijando, eu os empurrei de lá, e bem, era a morte o meu presente, e ali joguei o buquê de rosas que eu havia comprado para Rosalie antes dela impedir minha visita na festa de aniversário dela.
Muitos não me entenderiam, mas as vezes o amor requer sacrifícios, e se ela não podia me amar, agora ela não poderia amar mais ninguém. Feliz aniversário meu amor, um dia nos veremos novamente.
Nunca deixarei de te amar (via finais)
Há 18 minutos on 29 Agosto 2014 @ 8:01pm + 11.375 notas
via cali-for-niaz (originally bemoretea)

surfmind:

Coisa gostosa

Há 18 minutos on 29 Agosto 2014 @ 8:01pm + 53.956 notas
via cali-for-niaz (originally man-and-camera)
Há 19 minutos on 29 Agosto 2014 @ 8:00pm + 10.765 notas
via 1tgirl (originally acrescentada)